Tribunal do Júri condena acusados de assassinar mulher na frente do filho em Adamantina

O Tribunal do Júri condenou nesta quarta-feira (24) os dois homens acusados de assassinar uma mulher no ano de 2019, em Adamantina (SP). Mara Jaqueline Flor dos Santos foi morta na frente do próprio filho.

Jorge Marcelo Barreto, de 35 anos, foi condenado a uma pena de 22 anos, dois meses e 20 dias de prisão. Já Rafael da Silva Firmino, de 22 anos, teve uma pena de dez anos e oito meses.

Ainda cabe recurso de apelação no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).

G1/Prudente
09:10:02

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *