Covid-19: 60% dos contaminados apresentaram sintomas, diz inquérito nacional

Aproximadamente 60% das pessoas infectadas pelo novo coronavírus apresentaram algum tipo de sintoma, sendo que os mais recorrentes foram dor de cabeça (58%), alteração de olfato ou paladar (57%), febre (52,1%), tosse (47,7%) e dor no corpo (44,1%).

A porcentagem faz parte do inquérito sorológico conduzido pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que tem como objetivo estimar a quantidade de brasileiros contaminados pelo vírus, mapeando por localização geográfica, condição econômica, gênero e idade; e também identificar o percentual de casos sintomáticos e assintomáticos.

Quatro etapas do estudo, que começou em maio de 2020, já foram concluídas, totalizando 100 mil pessoas testadas. Agora, a pesquisa chega à fase final, com participação de mais 149,2 mil indivíduos, e contando com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de S. Paulo (Fapesp) e do Grupo Pardini, laboratório de medicina diagnóstica.

Resultados preliminares já mostram que a pandemia se manifesta de forma diferente nas regiões do Brasil. A média da população da região Norte que teve Covid-19 é de 10%, enquanto no Sul, a média fica em torno de 1%. As divergências também são encontradas nos grupos com diferenças socioeconômicas: os 20% mais pobres apresentaram o dobro de chance de se contaminar em comparação aos 20% mais ricos. Entre os indígenas, o risco também é maior: cinco vezes mais probabilidade de contrair a doença do que entre os brancos.

CNN
10:00:47

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: