Como a Obesidade Aumenta o seu Risco de Câncer

Você já deve ter ouvido falar que a obesidade aumenta o risco de várias doenças.

É fácil entender a relação entre o sobrepeso e certos problemas, como as doenças cardiovasculares e a diabetes, por exemplo.

Mas em outros casos, não compreendemos de imediato os processos envolvidos no aumento do risco.

Um deles é o câncer. Como a obesidade aumenta essa perigosa possibilidade?

Entendendo o que ocorre, com certeza você ficará mais consciente sobre a prevenção!

Câncer e obesidade

Pesquisadores da Harvard Medical School acabam de publicar um estudo no qual analisaram o que acontecia com células cancerígenas em modelos animais obesos.

Comparando os ratinhos de laboratório que tinham uma dieta à base de gorduras ruins com aqueles que consumiam uma dieta normal, concluiu-se que os tumores cresciam muito mais rápido nos primeiros.

O motivo disso é uma espécie de “guerra por comida” entre as células tumorais e um tipo específico de células T, que promovem a imunidade e ajudam na luta contra o câncer.

No caso do excesso dos ratos obesos, o que se viu é que as células cancerígenas reprogramavam seu metabolismo em resposta ao aumento da disponibilidade de gordura.

Elas consumiam as moléculas de gordura para conseguir energia. Enquanto isso, as células T que deviam combatê-las ficavam sem combustível, o que resultava no aumento dos tumores!

Esse tipo de célula T, chamadas de “células T CD8+”, são justamente as usadas em imunoterapias de combate ao câncer.

Logo, a obesidade pode ser um fator que influencia na melhora e também aumenta os riscos de câncer.

Você deveria combater a obesidade agora!

Esse é um bom motivo para você combater a obesidade ou preveni-la, mas, é claro, não é o único.

Como comentei no começo desse artigo, o excesso de peso e gordura corporal está ligado a uma série de doenças.

Então está na hora de mudar seus hábitos e garantir uma vida mais saudável. Você deve:

1 – Começar uma dieta keto

É a dieta dos nossos ancestrais, baseada em gorduras naturais boas. Mas aí você me pergunta… O excesso de gordura não é o problema aqui?

Parece estranho, mas a resposta para combater a obesidade pode ser comer mais gordura – mas da forma certa.

Na dieta keto você consome gorduras naturais, como banha de porco orgânica, óleo de coco, azeite de oliva, manteiga GHEE e abacate…

Mas corta os carboidratos a virtualmente zero!

Assim, o organismo usa a gordura como energia, queimando inclusive as reservas do corpo.

Além disso a dieta cetogênica, como também é chamada, usa proteínas na medida certa e muitos vegetais, em especial os folhosos.

E nem é preciso dizer que ela elimina gorduras processadas, como a gordura trans dos biscoitos e comidas congeladas, por exemplo.

Para saber tudo sobre a dieta keto, clique aqui e veja uma série de posts para se inteirar sobre o assunto.

2 – Exercício supra aeróbico

É um exercício intervalado de alta intensidade que dura 20 minutos.

Ele aumenta o fator de crescimento muscular, ajuda no condicionamento físico e queima muitas calorias.

Para saber como fazer, é só clicar aqui e conferir um passo a passo.

Lutar contra a obesidade é uma escolha, e com força de vontade você pode sim fazer essa mudança.

Supersaúde!

14:00:02

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *