Suspeitos de hackear Moro relatam “microfone espião” em chuveiro na PF

Dois suspeitos de acessarem conversas em celulares do ex-juiz Sergio Moro e de procuradores da Lava Jato narraram a seus advogados que teriam encontrado um “microfone espião” em um chuveiro da carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Brasília. O equipamento de gravação, segundo o relato feito há duas semanas, foi retirado depois que o programador observou fios do microfone aparecendo para o lado de fora do chuveiro. Thiago Eliezer Martins, que foi preso na segunda fase da Operação Spoofing, em 19 de setembro, mostrou o equipamento de gravação para outros dois colegas de cadeia – um deles era Walter Delgatti Neto, o “Vermelho”. Suspeito de liderar o grupo, “Vermelho” está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, mas naquela ocasião cumpria quatro dias na prisão na Superintendência da PF para passar por uma rodada de depoimentos.

Terra
10:30:02

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *