Rússia e Índia fazem testes bem sucedidos com mísseis

Os governos da Rússia e da Índia realizaram testes com mísseis nesta quarta-feira (7) e celebraram os resultados obtidos nos lançamentos, que consideraram um sucesso.

Do lado de Moscou, o chefe do Estado Maior das Forças Armadas, Valery Gherasimov, comunicou o presidente do país, Vladimir Putin, que o lançamento do míssil hipersônico Tsirkon cumpriu seu objetivo, voando mais de 450 quilômetros de distância entre o Mar Branco e um alvo marítimo no Mar de Barents.

O objeto ainda atingiu uma altura máxima de 28 quilômetros em um voo que durou “quatro minutos em meio”. O míssil “atingiu a velocidade de mais de 8 mach”, segundo Gherasimov. Isso equivale a mais de 9.878 km/h.

Putin, que completa 68 anos nesta quarta-feira, afirmou que os novos sistemas de mísseis hipersônicos “assegurarão, certamente, a capacidade defensiva por um longo período de tempo”.

“O trabalho no sistema Tsirkon e os testes com sucesso desses mísseis são um grande evento na vida das Forças Armadas e na vida inteira da Rússia”, acrescentou o mandatário.

As armas hipersônicas são alvos de uma espécie de “nova corrida” armamentista entre Rússia, Estados Unidos e China. Esses mísseis tem capacidade de superar em 10 ou 20 vezes a velocidade do som das armas supersônicas mais comuns, que “apenas” superam a velocidade do som (cerca de 1.234 km/h), com uma ampla capacidade de causar danos graves nos alvos.

Ansa
10:55:02

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: