Papa aceita renúncia de bispo brasileiro investigado

O papa Francisco aceitou a renúncia do bispo brasileiro Vilson Dias de Oliveira, da cidade de Limeira, que está sob investigação por suspeita de extorsão e de acobertar abusos sexuais.

A informação foi divulgada pela Santa Sé, em um comunicado. O arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, assumirá o posto por um ano. Oliveira emitiu uma carta, na qual ressaltou que “foram 12 anos desde minha nomeação que tive a oportunidade de servir ao Senhor e à Santa Mãe Igreja nestas terras”. “Enfrentei com alegria cada desafio da realidade aqui encontrada. Sei que a dimensão pastoral é imensa e muito trabalhei para isso. No entanto, neste momento, sinto-me pequeno frente à grandeza da missionariedade que esta Igreja Particular tomou em suas proporções” disse. “Queridos irmãos e irmãs, nesses últimos meses enfrentamos todo tipo de cruzes, por meio de ataques à nossa Igreja Particular de Limeira, a mim e a vários presbíteros. Reconheço minhas limitações, mas também levo no coração todo amor que aqui recebi do bom Povo de Deus presente nos 16 municípios que compreendem esta Igreja Particular de Limeira”, destacou na carta. Dom Vilson é investigado pela suspeita de ter acobertado casos de assédio sexual cometidos pelo padre de Americana, Pedro Leandro Ricardo. Ao menos quatro ex-coroinhas relataram ter sido vítimas do religioso entre os anos de 2002 e 2003.As denúncias são apuradas pela Igreja Católica e pela Polícia Civil brasileira. Além disso, Dom Vilson é alvo de três inquéritos por extorsão para doações em dinheiro. (ANSA)

13:30:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *