Números de WhatsApp são clonados e vítimas perdem R$ 4,8 mil após falsos pedidos de empréstimos

A Polícia Civil de Presidente Prudenteregistrou nesta quinta-feira (11) três casos de estelionato que causaram quase R$ 5 mil em prejuízos a três pessoas.

Em um dos casos, uma pessoa, de 32 anos, que não teve o sexo divulgado pela polícia, afirmou que viu um anúncio no Facebook de uma promoção de aparelhos de ar-condicionado de uma tradicional empresa de vendas online do país.

A vítima, então, comprou duas unidades, de R$ 659,90 cada uma, e fez o pagamento de dois boletos.

Em contato com a empresa, a pessoa foi informada que tratava-se de um golpe, porque não havia nenhuma promoção do gênero veiculada nas redes sociais.

Em outro caso, a vítima, de 40 anos, afirmou que recebeu pelo WhatsApp no dia 8 deste mês o contato do gerente de sua conta em um banco, afirmando que “precisava” depositar R$ 2 mil para cobrir o saldo bancário, que estava negativo.

O gerente indicou uma conta e a vítima fez a transferência.

No dia seguinte ao depósito, a vítima entrou em contato com a esposa do gerente, que relatou que o número de telefone do marido havia sido clonado.

Também no dia 8 deste mês, uma mulher recebeu um pedido de empréstimo de um amigo, no valor de R$ 1.500. Acreditando estar falando com ele, a vítima fez o depósito.

Dias depois, em contato com esse amigo, a vítima descobriu que o celular dele havia sido clonado. E que o pedido de empréstimo havia sido feito por golpistas.

Os três casos já estão sendo investigados pela Polícia Civil.

G1/Prudente
10:15:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *