Londres ameaça ruptura pós-Brexit, se UE não mudar abordagem

O Reino Unido deve se preparar para uma ruptura brutal com a União Europeia (UE) no fim do ano, caso não aconteça uma “mudança fundamental” na abordagem de Bruxelas nas negociações comerciais pós-Brexit – advertiu o primeiro-ministro Boris Johnson, nesta sexta-feira (16).

Os 27 “renunciaram à ideia de um acordo de livre-comércio, não parece acontecer nenhum progresso por parte de Bruxelas”, afirmou Johnson em um discurso exibido na TV um dia depois de uma reunião em que os líderes europeus pediram a Londres que faça concessões para evitar uma ruptura sem acordo.

“Assim, dissemos a eles: ‘venham nos encontrar, se existir uma mudança fundamental na abordagem, caso contrário, estamos dispostos a falar sobre os aspectos práticos’ de uma separação brusca”, acrescentou.

Após anos de atrasos e de caos político, o Reino Unido abandonou oficialmente a UE em 31 de janeiro passado, graças à esmagadora maioria parlamentar obtida pelo Partido Conservador de Johnson nas legislativas de dezembro de 2019.

Até o fim de dezembro próximo, o país se encontra em um período de transição para negociar com Bruxelas um acordo de livre-comércio que determine suas futuras relações.

Apesar das nove rodadas de conversações formais realizadas desde março e das tentativas de contatos informais das últimas duas semanas, os dois principais pontos de divergência continuam sem resultados.

Estadão Conteúdo
10:30:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: