Governo quer marco legal para controlar ONGs na Amazônia e permitir atuação apenas das que atendam aos ‘interesses nacionais’

O governo federal quer aprovar um marco regulatório com regras para controlar as Organizações Não-Governamentais (ONGs) na região da Amazônia e permitir a atuação somente daquelas que atenderem aos “interesses nacionais”.

A informação foi publicada nesta segunda-feira (9) pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. O jornal obteve documentos do Conselho da Amazônia no qual estão listadas metas do órgão. Uma delas é a aprovação do marco legal das ONGs. A TV Globo também teve acesso aos documentos.

O Conselho da Amazônia é presidido pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão. O órgão foi criado para comandar as ações do governo em relação à preservação da floresta e para dar uma resposta à comunidade internacional, que cobra do Brasil ações efetivas contra o desmatamento.

Os documentos revelados pelo “Estado de S.Paulo” foram enviados pela Vice-Presidência da República para diversos ministros do governo, com objetivo de informar sobre a programação do Conselho.

Um dos trechos apresenta o objetivo de criar o marco regulatório das ONGs e depois justifica a medida:

“Obter o controle de 100% das ONGs que atuam na região amazônica, até 2022, a fim de autorizar somente aquelas que atendam aos interesses nacionais”, diz um dos trechos dos documentos.

G1
17:30:02

1 Comment

  1. Ou seja, o objetivo desse governo imundo é impedir o trabalho de quem realmente tenta preservar o meio ambiente. Esse governo nefasto não se preocupa com o meio ambiente muito pelo contrário. Ele está acabando com tudo que se relaciona com a preservação da natureza. Esse é um dos piores, se não o pior presidente que o país já teve. E o mais triste disso é que tem um bando de zumbis que o defende apesar de tudo.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: