Encefalite supostamente provocada por lichia mata 31 crianças na Índia

Ao menos 31 crianças morreram no norte da Índia nos últimos 10 dias vítimas de uma doença cerebral que muitos acreditam estar vinculada a uma substância tóxica das lichias, anunciaram as autoridades.

As mortes aconteceram em dois hospitais do distrito de Muzaffarpur, no estado de Bihar, famoso por suas plantações de lichias.

Todas as crianças mostraram sintomas de Síndrome de Encefalite Aguda (SEA), afirmou à AFP Ashok Kumar Singh, alto funcionário do Departamento de Saúde. Ele disse que muitos sofreram uma perda repentina de glicose no sangue.

“O Departamento de Saúde já emitiu um alerta para que as pessoas tomem conta de seus filhos durante o verão, quando a temperatura diurna supera 40 graus”, declarou Singh.

Outras 40 crianças que reclamaram de sintomas similares recebem tratamento em Unidades de Terapia Intensiva.

“Estamos fazendo todo o possível para salvá-las”, afirmou S.P. Singh, diretor do Hospital Sri Krishna.

Focos da doença são registrados anualmente durante o verão em Muzaffarpur e nos distritos vizinhos desde 1995, coincidindo normalmente com a temporada da lichia.

Conhecida localmente como Chamki Bukhar, a doença provocou o número recorde de 150 mortes em 2014.

AFP
11:40:02

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *