Vélez é desautorizado a contratar membros para sua própria equipe

O Palácio do Planalto não exonerou o ministro da Educação Ricardo Vélez Rodriguez, mas limitou suas ações no comando: agora, Vélez foi desautorizado a nomear integrantes para o seu próprio time. A proibição ocorre após o professor colombiano ter divulgado dois nomes para a secretaria executiva de sua pasta, que foram vetados pelo presidente da República Jair Bolsonaro. O desgaste do ministro fez com que membros do governo procurassem alternativas para substitui-lo no ministério da Educação.

Estadão Conteúdo
10:10:30

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *