Renan acertou propostas de pesquisas eleitorais pagas pela J&F, diz CEO do Ibope

A CEO do Ibope Inteligência, Márcia Cavallari Nunes, afirmou à Polícia Federal no dia 5 de novembro que o senador Renan Calheiros (MDB) acertou propostas de pesquisas eleitorais que seriam pagas pela J&F. O contrato é alvo de inquérito que apura repasse de propinas do grupo empresarial à candidatura de Renan Filho (MDB) ao governo de Alagoas, em 2014, como contrapartida ao apoio do senador à campanha de Dilma Rousseff à Presidência.

O depoimento de Márcia Cavallari foi tomado no âmbito da Operação Alaska, deflagrada no dia 5 de novembro, para intimar Renan Calheiros a prestar depoimento sobre supostas doações de R$ 40 milhões feitas pelo Grupo J&F a senadores do MDB para as eleições de 2014.

Segundo Cavallari, Renan Calheiros solicitou ao Ibope o acompanhamento da campanha de Renan Filho em 2014 por meio de pesquisas qualitativas e quantitativas. O acordo foi fechado pessoalmente pelo senador e o diretor regional do Ibope em Recife, Maurício Tadeu Garcia.

O projeto foi orçado em R$ 600 mil, dos quais R$ 300 mil seriam pagos pelo grupo J&F e o restante pela campanha de Renan Filho. Cavallari explica que, como à época ainda era permitido a doação de empresas privadas a campanhas eleitorais, não havia nenhum indício de que haveria alguma coisa errada no projeto.

Estadão Conteúdo
17:00:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *