Região soma 61.464 raios em 2019

A incidência de raios nas cidades da região de Presidente Prudente é há tempos conhecida como frequente e intensa. De janeiro até 6 de novembro de 2019, 61.464 descargas elétricas caíram nos 53 municípios que compõe a 10° RA (Região Administrativa), 15% a mais que no mesmo período de 2018, quando foram registrados 53.470 raios, informa levantamento do Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica)/Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

A grande quantidade de descargas elétricas, de acordo com o meteorologista Vagner Camarini, não é uma característica exclusiva da região, mas dos locais de temperaturas altas, devido aos climas tropicais e equatoriais. Camarini explica que o calor intenso favorece a movimentação do ar atmosférico por meio da convecção (sobre o ar quente e desce o mais frio). O movimento intenso, evidente nas rajadas de vento, faz com que as moléculas de ar se choquem e este atrito provoca a eletrização destas partículas, que se tornam, portanto, carregadas de energia. São essas nuvens eletrizadas que causam aos raios.

O aumento registrado neste ano em relação ao ano passado ocorre, explica o meteorologista, por conta do calor que neste ano está mais intenso. Em média, a média de temperatura está 1°C acima da registrada no ano anterior, por consequência o sistema calor-movimento-eletrização-raios acontece com mais frequência.

O Imparcial
11:50:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *