Nadal vence de novo em Roland Garros

Rafael Nadal (Intagram)

Quando chegou a Paris este ano, Rafael Nadal disse que seria o Roland Garros mais difícil de sua carreira. Um torneio com bolas mais duras, baixas temperaturas e condições muito mais lentas seria muito diferente do evento que é habitualmente jogado em maio e junho, no verão europeu. Além disso, o próprio Rafa fez uma preparação curta após seis meses sem jogar por causa da pandemia. Tudo jogava contra. No entanto, se as duas semanas de torneio foram incomuns, o evento terminou com uma jornada rotineira: um atuação espetacular de Nadal e o troféu de campeão em suas mãos após derrotar Novak Djokovic na final por 6/0, 6/2 e 7/5.

O título deste ano, 13º da carreira de Rafa em Roland Garros, é especial para o espanhol de 34 anos por uma série de motivos que vão além das dificuldades extras de 2020. Com ele, Nadal iguala os 20 títulos de slam em simples conquistados por Roger Federer. Os dois agora dividem o posto de maiores vencedores de slam da história do tênis masculino. Além disso, o triunfo sobre Djokovic neste domingo foi o 100º da carreira de Rafa em Roland Garros. Ele se torna o primeiro tenista da história – homem ou mulher – a vencer cem partidas no saibro parisiense.

18:01:57

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: