Nadador Gabriel Santos é inocentado pelo CAS por doping e pode voltar a competir

O nadador brasileiro Gabriel Santos, de 23 anos, está livre de uma punição de um ano por um caso de doping e já pode voltar a competir imediatamente. Nesta sexta-feira, a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) decidiu que não houve falha ou negligência do atleta em um exame antidoping realizado em maio do ano passado.

Gabriel Santos foi reprovado em um teste de urina surpresa colhido pela Fina (Federação Internacional de Natação, na sigla em inglês) em 20 de maio, após prova disputada em São Paulo, que acusou resultado positivo para o uso da substância clostebol, que é um esteroide anabolizante sintético, proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês).

A defesa de Gabriel Santos alegou que o nadador foi vítima de contaminação involuntária, que poderia ter ocorrido por meio do uso de uma toalha ou uma peça de roupa do seu irmão Rodrigo Santos dias antes do exame que ele realizou no dia 20 de maio. No caso, a substância clostebol está presente em um creme pós-barba que é utilizado por Rodrigo.

Em seu comunicado oficial, emitido nesta sexta-feira, o CAS disse que “por unanimidade constatou que, nas circunstâncias deste caso, nenhuma falta ou negligência deve ser atribuída ao atleta pela violação da regra antidoping. Consequentemente, o período de um ano de inelegibilidade imposto pelo Painel de Doping da Fina sobre Gabriel Da Silva Santos foi eliminado e não está mais em vigor”, afirmou.

Estadão Conteúdo
10:15:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: