Mergulhadores denunciam ‘estacionamento submerso’ em outra pedreira de Salto de Pirapora

A Polícia Civil deve abrir uma nova investigação sobre outra pedreira em Salto de Pirapora (SP) que teria mais carros submersos. Segundo mergulhadores, o número de veículos embaixo d’água em outro local é maior do que a quantidade que foi retirada há 10 dias de uma pedreira desativada.

Os donos dos 13 carros e da moto retirados da primeira pedreira e periciados devem começar a ser chamados nesta semana para prestar depoimento. A perícia verificou as placas, números nos motores e no chassi. Dois deles apresentaram adulteração e oito estão em nome de seguradoras.

Os mergulhadores que conhecem as pedreiras da região afirmam que já viram muitos carros submersos. Carlos Janovitch e Heron Wagner Assis de Lara são profissionais no ramo de mergulho e contaram que na maior pedreira, e que atualmente está fechada e pertence a uma fábrica de cimento, também há veículos.

“Tinha carro com documento no quebra-sol, com gasolina no tanque, com chave no contato. Eram carros que estavam rodando.”

Segundo Heron, no local havia carros novos e seminovos. Ele acredita que pode haver cerca de 30 veículos.

A cava de 80 metros de profundidade chegou a atrair visitantes e mergulhadores do país e do exterior, que viram peixes e um “estacionamento submerso”.

Os carros nunca foram retirados e o local teve o acesso fechado há oito anos. De acordo com a Polícia Civil, a situação também pode ser investigada.

G1/Prudente
09:33:02

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: