Khabib analisa luta contra Gaethje e evita falar sobre ausência do pai: “Sou humano, claro que é difícil”

O campeão linear peso-leve do UFC, Khabib Nurmagomedov, fará sua terceira disputa de cinturão no dia 24 deste mês, no UFC 254, em Abu Dhabi, contra Justin Gaethje, dono do título interino da categoria. Esta será a primeira atuação do russo sem a presença do pai, Abdulmanap Nurmagomedov, que também era seu treinador, e morreu em julho, vítima da Covid-19.

Em um “Media Day” virtual realizado pelo UFC, na quinta-feira, Khabib foi questionado sobre o assunto e demonstrou desconforto ao ser obrigado a tocar no tema.

– Eu não entendo quando me perguntam quão difícil é treinar sem meu pai. Claro que é difícil. Não sei por que continuam a me perguntar isso. É muito difícil, o que você acha? Você tem pai? Se algo acontece com ele, seria fácil ou difícil? Sou humano, claro que é difícil – afirmou “The Eagle”, sem se exaltar.

Invicto no MMA, com 28 vitórias em 28 confrontos, Khabib tem como marca registrada seu ótimo jogo na luta agarrada. Ao comentar a disputa do cinturão interino, que sagrou Gaethje campeão contra Tony Ferguson em maio do ano passado, o russo destacou justamente que Gaethje não teve de explorar seu repertório de wrestling e que, agora, o americano terá um desafio maior pela frente.

– Justin foi muito bem contra o Ferguson, impressionou com um a ótima performance diante de um oponente muito duro. Mostrou que pode lutar cinco rounds, mas só atuou em pé, 25 minutos sem wrestling, single leg, double leg, foi uma luta de trocação. E contra mim, vai ser diferente: vai se preocupar com boxe, queda, chutes, grappling, não é um jogo de trocação. É MMA.

Combate
12:00:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: