Em Abu Dhabi, Nico Hulkenberg e Robert Kubica têm última corrida frustrante na Fórmula 1

Salvo uma grande reviravolta, Nico Hulkenberg e Robert Kubica correram na Fórmula 1 pela última vez neste domingo, em Abu Dhabi. E não foi uma corrida das mais memoráveis para ambos: enquanto o alemão esteve perto de pontuar mas perdeu desempenho no fim e acabou em 12º, o polonês terminou na 19ª e última colocação entre os que cruzaram a linha de chegada.

Hulkenberg, que dará lugar a Esteban Ocon em 2020, recebeu homenagens da Renault antes da corrida. Ao se encaminhar para os boxes, o alemão foi bastante aplaudido pelos mecânicos, que usaram perucas louras para brincar com o piloto. Até o australiano Daniel Ricciardo, companheiro de Hulk, colocou a sua peruca.

Na corrida, Hulkenberg vinha bem posicionado, na oitava colocação, mas a opção de fazer apenas um pit stop custou caro no fim: com um desgaste acentuado dos pneus, o alemão foi ultrapassado por Sergio Pérez, Daniil Kvyat, Carlos Sainz e Daniel Ricciardo.

– Estou feliz por ter feito uma boa corrida e fiz de tudo. É uma pena não chegar a esse ponto no fim. Foi difícil segurar com a única parada e, no fim, caí. Foi uma última corrida digna para mim. Obrigado à equipe por três anos. Anos não fantásticos, mas houve altos e baixos. Obrigado a eles. É um ambiente infernal para crescer quando jovem. Fiz alguns bons amigos e lembranças e vou olhar para trás com um sorriso no rosto – disse o 12º colocado na prova, que foi eleito o “Piloto do Dia” em votação no site da F1.

Já Robert Kubica outra vez se arrastou com o péssimo carro da Williams. Ao retardar sua parada nos boxes, o polonês chegou a estar em 15º, mas perdeu posições depois do pit stop e acabou mesmo em 19º. Substituído por Nicholas Latifi na Williams, Kubica ao menos celebrou ter concluído a temporada de retorno à F1 após oito anos de afastamento devido aos ferimentos de um acidente de rali no qual quase teve o braço direito amputado:

– Foi um ano difícil e hoje não foi fácil, mas pelo menos tivemos algumas batalhas. Não foi uma temporada fácil, mas pelo menos tentamos dar o máximo e não desistimos.

Globo Esporte
16:00:02

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *