Educação na pandemia

O Ministério da Educação precisa homologar a aprovação do Conselho Nacional de Educação (CNE) a validade do ensino remoto até dezembro de 2021. O texto ainda inclui possibilidades de que estados e municípios juntem os anos letivos de 2020 e 2021 e que estudantes do 3º ano do ensino médio tenham ano letivo ‘suplementar’. As diretrizes valem para todas as redes do país, desde a educação básica até o ensino superior. No entanto, elas não são obrigatórias.

G1
10:05:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: