Divisões internas impedem que palestinos vão às urnas desde 2006

Desde as eleições legislativas de 2006, já foram realizadas seis campanhas eleitorais em Israel, mas os palestinos, em compensação, não vão às urnas desde então, devido à política de seu vizinho e também por suas próprias divisões internas.

Em Ramallah, Nablus ou Gaza, os palestinos de 30 anos ou menos nunca votaram. No geral, mais da metade da população nesses territórios se vê afetada pelo desemprego que gira em torno 30%, fragmentada pelo aumento dos assentamentos judeus e paralisada pelas disputas internas.

Em 2005, depois do fim da segunda intifada e a morte do líder histórico Yasser Arafat, os palestinos elegeram Mahmud Abbas como chefe da Autoridade Palestina.

Um ano depois, seus rivais do Hamas venceram as eleições legislativas. No processo, o parlamento palestino começou a hesitar. O movimento Fatah, de Abbas, e os islamitas do Hamas, de Ismail Haniyeh, entraram em confronto nas ruas de Gaza.

AFP
10:55:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *