Carros atropelam capivaras na Raposo Tavares

Este animal era o maior de todos do grupo, deve pesar em torno de 50 quilos.
Nossa reportagem contou 15 animais mortos na beira da pista. Outros já haviam sido colocados na grama às margens da pista.
Este carro é do primeiro da ocorrência, onde estavam motorista, mulher e filha. Família de Presidente Venceslau.
O segundo carro, rodou na pista, bateu no guard-rail e ficou virado para a cidade de Caiuá. (fotos: Toninho Moré)

RODOVIA RAPOSO TAVARES/CAIUÁ
“Carros atropelam capivaras na pista no Km 632+700 em Caiuá”


Dois carros se envolveram, por volta das 19h30 deste domingo, no atropelamento de capivaras no km 632+700 na Rodovia Raposo Tavares, na conhecida baixada da Fazenda Velha Caiuá, perto de trevo. Os dois Fiestas Ford faziam o trajeto Caiuá/Presidente Venceslau quando encontraram na pista um grupo de capivaras, animais silvestres que frequentam lagoas e varjões.

Conforme um dos condutores, teve que fazer um frenagem brusca mas não deu tempo para nada, pois os animais que têm pele escura, estavam no meio da pista. “Eram pelos menos umas vinte e quando notei já havia batido nelas”, falou. Atrás vinha um outro veículo que tentou desviar e também atropelou alguns animais, virando na pista e batendo no guard-rail.

O primeiro carro, de placas DYI 3514 de Presidente Venceslau, estava com o motorista, sua esposa e filha. As duas foram levadas para atendimento na Santa Casa de Presidente Venceslau e passam bem. O condutor nada sofreu e ficou no local acompanhando a ocorrência. No segundo carro com placas FAH 2543 de Santo Anastácio, estavam dois rapazes, que também não sofreram ferimentos.

Polícia Rodoviária e grupo de apoio da CART estavam no local sinalizando e elaborando o boletim de ocorrência. (Reportagem e fotos de Toninho Moré)

21:12:20

4 Comments

  1. É preciso fazee a passagem no corredor dos animais. Sem isso elas precisam cruzar a pista. A concessionária precisa ser acionada para essa providência para proteger as vidas de pessoas e animais.

  2. Gostaria de saber se a CART se responsabiliza pelo acidente. A pista é dela, pois pagamos para usar. No meu conceito deve arcar com todos os gastos.

  3. Verdade Adélia, a concessionária é responsável. O problema será a dor de cabeça para receber o prejuízo sofrido pelos motoristas. No meu entendimento o IBAMA deveria fazer um estudo e liberar o manejo (caça) para controlar as super populações tanto de capivaras como de jacarés.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: