Até 40% de recuperados têm sequelas, o que amplia o desafio nos hospitais

Após quase nove meses do registro do 1.º caso de coronavírus no País, o desafio dos hospitais se multiplica. De um lado, algumas instituições privadas registram alta de infectados. Do outro, os recuperados, mas que ficaram com sequelas ou sintomas prolongados, também são foco de atenção. De 17.044 pacientes que ficaram internados nos hospitais municipais em São Paulo por covid-19, 7.136 foram acompanhados após o período de infecção – 42% do total.

Os dados são da própria Secretaria Municipal da Saúde. O porcentual está próximo da projeção de pesquisa do Hospital das Clínicas sobre pacientes com sequelas ou sintomas prolongados. De 1,5 mil internados no hospital de março a abril, os especialistas projetam índice entre 30% e 40% de pacientes com sequelas.

Estadão Conteúdo
09:50:44

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: